Blog do Digão


As congregações de Rondônia e o sr. Malafaia
30/08/2009, 4:08 pm
Filed under: igreja, Pastorado de verdade, vida de gado

A Bíblia do MilhãoEstou, há cerca de 4 dias, em Seringueiras, interiorzão de Rondônia, onde a igreja que pastoreio (Igreja Presbiteriana Independente de Rolim de Moura, RO) possui três congregações. É uma cidade que parece ter saído de dentro daqueles filmes do Cinema Novo. Não que eu seja fã de Gláuber Rocha (acho esses cabecismos uma chateação só), mas aqui é muito interessante. Para começar, a rodovia (BR, federal) que chega à cidade não é asfaltada. A cidade, por si, tem apenas cerca de 8 km asfaltados. É um lugar com cerca de 17 mil habitantes, com a maioria das casas feitas de madeira – até a Câmara Municipal é assim.

No sábado, fui pregar em uma congregação rural (também toda feita de madeira), e no domingo de manhã, preguei em outra rural (idem). À noite prego na congregação na cidade (adivinhem o material com a qual ela foi construída!). Hoje, na manhã, ao pregar na congregação rural, pude observar uma vaca pastando ao longe. Mas vi também gente simples, humilde, alguns com grandes dificuldades de leitura. Fui fazer uma piadinha sobre ascensoristas e tive que explicar, antes, como funcionam os prédios comerciais com elevadores! Mas essa gente simples, humilde e de parcos estudos era uma gente cheia de Deus. Em resumo, era a Sua igreja.

No momento em que pregava, lembrei-me do sr. Malafaia, falastrão como sempre. O sujeito, que já até foi admirado por sua biblicidade, vendeu sua alma ao sistema; vendeu seu direito de primogenitura por um prato de lentilhas; vendeu seu ministério por dinheiro. O sr. Malafaia (recuso-me a chamar esse sr. de “pastor”, porque gente como ele não se sujeitaria a ir aos interior do Brasil pregar a simples e poderosa Palavra de Deus sem esperar uma oferta gorda em troca), em seu triste programa matinal de sábado, ao dizer que traria de novo a “palavra patética profética” do Morris Cerullo, grande colecionador de processos na Justiça estadunidense, falou, em tom sarcástico e irônico, que não estava dando a mínima aos críticos, e que ele continuaria a pregar sua mensagem (que não é o Evangelho do Crucificado), uma vez que os críticos não fazem e nem constroem nada.

Na hora em que ele disse isso, lembrei-me dos profetas. Todos foram críticos. Todos foram ostracizados. Todos foram abandonados. Morreram pobres. Alguns, como Isaías, morreram serrados ao meio. Jesus também foi um grande crítico do sistema religioso de Sua época, sistema religioso esse que tem, como seu grande representante no Brasil, o sr. Malafaia.

Só que, segundo nos diz Hebreus 11, foram esses críticos, e não gente como o sr. Malafaia, que são os heróis da fé, gente que o mundo não é digno deles (Hb 11.37, 38). São esses críticos que honram ao Senhor. São pessoas simples, humildes e iletradas que querem andar com Deus a despeito das circunstâncias, e não um gringo estadunidense decadente que quer arrancar dinheiro de gente desavisada, com anuência de seu representante comercial brasileiro, que fica-lhe bajulando como “profeta”. Bom, ja que Cerullo é “profeta” (de Baal, certamente), quero, para finalizar, deixar uma palavra para ele e para o sr. Malafaia:  Coisa espantosa e horrenda tem-se feito na terra: os profetas profetizam falsamente, e os sacerdotes dominam por intermédio deles; e o meu povo assim o deseja. Mas que fareis no fim disso? (Jr 5.30, 31).

Anúncios

12 comentários so far
Deixe um comentário

Grande Digao,

Parabens pelo Blog, virei fa e sempre estou retornando. Que Deus te abencoe nesse ministerio tao lindo que Deus te deu ai no interiorzao de Rondonia.

Grande abraco

Comentar por Valdir

Qria ter te conhecido a mais tempo brother.

Comentar por Moitinho

Digão,

Excelente o seu texto. É realmente indignante tudo o que estamos vendo.
Um grande abraço, amigo.

Comentar por Antonio Carlos

Muito pertinente a reflexão, Digão. Queria ver ele ou os companheiritos dele vir(em) pregar o evangelho em Riacho Grande ou Brejinho, distritos pobres e castigados pela seca do município de Araripe-Ce, ou mesmo no município de Grangeiro-Ce, que até bem pouco tempo não tenha uma pessoa protestante, conforme dados do IBGE ou um trabalho evangélico.

E o que eu acho mais engraçado é que hoje, como nos dias dos profetas, os falsos profetas continuam se oponto àqueles que têm de fato anunciado o evangelho, a palavra de Deus; e visam apenas se locupletar e arrastar asa para os governantes em troca de favores.

Parece que a história e os erros sempre se repetem, mudando apenas o nome dos personagens: o que demonstra que não estamos dispostos a aprender com os erros alheios.

Comentar por Avelar Jr.

Parabéns pelo Blog
Concordo plenamente com as palavras do Pastor Rodrigo a respeito do Sr. Malafaia
Raul Botelho
Barreiras – BA

Comentar por Raul Botelho

Ola Digão.

Otimos artigos. Alguns vou postar no Genizah. Onde, pelo nivel do que li aqui, querendo enviar colaboração, fique a vontade. Digo isto pelos 3 editores.

Abs.

Danilo

Comentar por Danilo

Graça e paz, da parte de nosso Senhor Jesus.

Querido é com grande alegria que escrevo este comentário (digo com grande alegria pois cada vez que encontro um blog, site ou coisa parecida na internet falando sobre a verdade do Evangelho é assim que me sinto.).
Pois concordo contigo em gênero, numero e grau. Infelizmente temos visto muita “igrejas” que tem, na pessoa de seu lider, se desviado da fé genuína.
Mas damos sempre graças a Deus por termos também pessoas que defendem a fé genuina.

Que Deus nos ajude a manter a integridade.

abração.

obs: se puder e quiser de uma passadinha no meu blog, olink: http://refletirteologico.blogspot.com

Comentar por Alessandro

Concordo contigo, caro Digão.

Comentar por Alessandro

Ai, mano DIgão!

Mandou bem. Mais de dois terços do planeta são feitos de gente pobre (o outro quase terço é remediado e uns poucos, pregadores da Teologia da Prosperidade, junto com banqueiros, mafiosos, políticos safados e traficantes) e esse imbecil vem ofender.
Que se vendeu é verdade, mas pode ter certeza que foi por coisas mais valiosas que um prato de lentilhas…
Um abraço. E que Deus o mantenha firme e fiel às suas ovelhas. É delas, precisamente o reino dos céus!

Rubinho

Comentar por Rubinho Pirola

Muito bom Rodrigo.
Escreva, escreva e escreva sempre
Parabens pelo Blog.

Rev. Walmir Alves – IPI do B

Comentar por walmiralves

Ótimo texto. Malafaia, para alguns está desfigurado, para outros, apenas revelando o que sempre foi. Esta aliança Malafaia-Cerullo é o que há de mais repgnante no meio gospel. Teologia da prosperidade com forte ufanismo e infelizes influências.

Comentar por Marcos Ehrhardt Lins

Em que página da biblia do Malafaia estaá essa citação que pobreza é escravidão? Gostaria de mostrar á quem a possui

Comentar por Sérgio




Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s



%d bloggers like this: