Blog do Digão


Os evangélicos e os gays
08/11/2009, 1:21 am
Filed under: igreja, vida de gado

pl122Atualmente há grande discussão, na mídia e na internet, sobre o Projeto de Lei 122/06, que tramita no Congresso Federal. Para quem não sabe, é o projeto de lei que criminaliza a homofobia.

Muita gente tem gritado, clamado, feito o escarcéu sobre o tema. Há muita ameaça no ar, muita manipulação, muita desinformação, muita alienação. Há gente que parece querer promover uma cruzada contra os gays e contra o congresso por simplesmente permitir a tramitação desse projeto.

Quando eu vejo gente que esbraveja feito cão hidrófobo na TV, babando na gravata, fico pensativo. Geralmente ataques barulhentos de moralismo cheiram a hipocrisia para mim. Será que haveria o mesmo ataque moralista contra as jogadas politiqueiras feitas nos bastidores denominacionais? Será que haveria a mesma indignação feita contra as injustiças cometidas em nome de uma suposta ação do Espírito Santo?

Entendo que o homossexualismo é um pecado, pois agride e transgride o projeto primordial de Deus para nós, que é nossa identidade, que passa, primeiramente, por nossa sexualidade. E particularmente sou contra essa lei. Entendo que ela cria duas classes de cidadãos nesse país, o que é contrário à nossa Constituição. Se um gay se sente ameaçado, ele tem todas as ferramentas legais e constitucionais para se defender, como qualquer outro cidadão. Mas também acho que essa histeria toda acerca do projeto de lei esconde algo mais importante.

A igreja evangélica brasileira, ou seja, suas inúmeras instituições (não sei se o IBGE já fez o levantamento de quantas denominações há no Brasil; só presbiterianas somos cinco), cada vez mais perde sua voz profética. E ganha uma nova voz, a voz midiática. Essa voz propaga aquilo que somente interessa a alguns evangélicos e ecoa na mente de milhões por esse Brasil. Essa voz midiática interessa-se apenas por seu umbigo, ou seja, preocupa-se apenas naquilo que há no interior da igreja evangélica.

Portanto, a preocupação de alguns gospel-midiáticos não é acerca da inconstitucionalidade da lei, mas sim o que ela pode influenciar nos intestinos das organizações. Estão preocupados não em falar de Jesus para os gays, mas sim na hipótese de serem obrigados a realizarem casamentos homossexuais nas igrejas. Estão preocupados nos pretensos processos que podem levar (e, consequentemente, na grana que irão perder) por não aceitarem gays na membresia de suas instituições.

Será que os gays se importam conosco a ponto de quererem se filiar a uma de nossas organizações? Acho pouco provável. Somos tão irrelevantes e passamos uma imagem tão negativa que não é de interesse dos gays de andarem conosco. E, sejamos francos, também não é de interesse da maioria dos evangélicos andar com eles. Somos santos demais, puros demais, exaltados demais para andar com reles pecadores.

Só que Jesus andava com pecadores. Jesus não focava Seu ministério em combater casamentos gays, mas sim em atacar a frieza e a falsidade dos religiosos de Sua época. Jesus Se preocupava mais com gente sofrida e enganada pela (e na) vida do que com pretensos moralismos vazios. Jesus pregava o Reino para os pobres e curava os doentes, e não pregava riqueza para gananciosos e o ódio aos diferentes. Deve ser porque Jesus não era evangélico.

Anúncios

1 Comentário so far
Deixe um comentário

Meu Deus, ver uma pessoa dizer que homossexualidade é crime é algo pavoroso. Dói imaginar que existem pessoas tão ignorantes e desprovidas de compaixão. Vocês se dizem seguidores de Cristo, mas Jesus não julgava, muito pelo contrário, Jesus pregava o amor e a caridade. Você podem ser tudo, mas não são seguidores de Jesus como se dizem. Tratem de esclarecer e antes de apontar o dedo e gritar: PECADO, PENSE! Use a inteligencia que Deus lhes deu. Homossexualidade não é pecado. Pecado é enganar pessoas humildes e arrancar-lhes cada vintém, como algumas ceitas que se dizem cristãs fazem. Pecado é fazer o mal. Ninguém escolhe ser homossexual, as pessoas nascem assim. Tenho pena de pessoas preconceituosas e peço a Deus que os perdoe. Mas tenham certeza, a justiça do homem é falha, a justiça de Deus NÃO!

Comentar por Tomas




Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s



%d bloggers like this: