Blog do Digão


O vôo panorâmico dos abutres
23/03/2010, 5:21 pm
Filed under: geral

Começou o julgamento do pai e da madrasta da garota Isabela Nardoni, acusados de terem-na matado. É cobertura daqui, é página especial em portais na internet, é espaço na TV. O caso chegou a ser comparado com o desaparecimento de Madeleine McCann, a garotinha inglesa que teve o grande azar de ter pais irresponsáveis que saem para jantar deixando a filha para trás no hotel em um país estrangeiro (Portugal).

OK. Espero que seja feita realmente justiça, e não esse linchamento nojento que vemos na imprensa, essa mesma imprensa que não é tão rigorosa assim com os assassinos confessos que são seus pares, como, por exemplo, Pimenta Neves, ex-figurão do Estado de São Paulo, que matou sua amante. Quem acompanha o caso do casal Nardoni (perderam a individualidade, são conhecidos apenas por dupla, para facilitar) tem visto que a imprensa busca sempre as imagens mais desfavoráveis dos dois para colar a imagem de assassinos crueis.

Não quero fazer juízo de valor. Espero que, caso a culpa do casal seja comprovada, que paguem pelo crime. Mas, como em todo julgamento, é necessário espaço em nossa mente para esperar o contraditório. E se, por acaso, realmente tivesse uma terceira pessoa no apartamento?

Mas não é isso que me assusta. De nossa imprensa não espero nada melhor. Infelizmente tornou-se algo irrelevante. Mas o que me chama a atenção é o seguinte: se a menina Isabela fosse preta, moradora de favela, ou do sertão nordestino, ou de algum lugar menos privilegiado do Brasil, em vez de ser uma menina branca de classe média, será que sua morte receberia tanta atenção, comunidade no orkut chamando-a de “anjinho” e gente dizendo que estava de “luto” por alguém que não conheciam? Será que a garotinha Madeleine McCann, em vez de ser uma garotinha bonitinha da Inglaterra fosse uma garotinha bonitinha da África, da Índia ou de alguma tribo indígena sul-americana, teria levantado toda a comoção mundial que levantou?

Anúncios

3 comentários so far
Deixe um comentário

Rev. Rodrigo.
Boa sua reflexão.
Deus o abençoe. Rev. Cleómines.

Comentar por ipmbh

i am from Russia/
you good man!

Comentar por andrey

I hope you can read what I write here in Portuguese. God bless you, anyway!

Comentar por revdigao




Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s



%d bloggers like this: