Blog do Digão


Saindo do armário
16/04/2010, 6:21 pm
Filed under: Pastorado de verdade

Nesta semana, li na internet que a cantora evangélica Jennifer Knapp, sumida há sete anos, está de volta com um novo CD. Até aí, nada demais. Só que, com a notícia do novo CD, vem outra: ela assumiu ser lésbica. Jogadas de marketing à parte, é estranho tentar conciliar a fé cristã uma vez professada com um estilo de vida completamente contrário a essa mesma fé. Bom, os tempos são outros, e os costumes, também. Lembrei-me do cantor Ray Boltz, que ficou famoso (ao menos nos EUA) cantando country gospel, e que assumiu ser também gay há cerca de 2 anos atrás, afirmando que agora vive uma “vida gay normal”. Lembrei-me também de Doug Pinnick, baixista e vocalista do King’s X, que também assumiu sua homossexualidade em 1998.

Hoje em dia, com nosso relativismo moral a todo vapor, a agenda gay está na moda. Todo mundo agora aplaude a conduta gay. Qualquer opinião contrária, ainda que racionalmente embasada e civilizadamente exposta, é logo tachada de “homofobia”. Vivemos em uma sociedade onde a tolerância só é permitida se a opinião do outro for concordante. Se for discordante, preparem as tochas!

Bom, como é moda, e todo mundo quer atenção, confirmando o que Andy Wahrol disse certa vez, resolvo usar este espaço para abrir meu coração. Amo Jesus, amo a vida. Amo a maneira com que Deus me criou e permitiu que meu caráter fosse moldado. Então resolvo também assumir: EU NÃO SOU GAY! Continuo gostando de mulher. Nunca tive desejos sexuais com homem algum. Nem se tentasse. Na verdade, nunca tentei, pois nem a singela idéia me apeteceu. Portanto, continuo heterossexual, casado com minha esposa, cuidando das minhas filhas da maneira que Deus me orienta. Entendo que Deus criou dois gêneros (macho e fêmea), mas nunca uma mescla dos dois. Entendo também que querer aplacar a consciência cauterizada dizendo que “Deus me fez gay” é tentar tapar o sol com a peneira para o fato de a conduta homossexual ser, e continuar sendo, uma afronta ao projeto de Deus para o ser humano. E nunca fui tão feliz com essa minha opção, e precisava abrir meu coração para vocês! Como é bom ser hetero!

Anúncios

9 comentários so far
Deixe um comentário

Quero aproveitar seu rompante e dizer

Eu tbém não sou gay!!

ufa, que alivio….

Texto corajoso, aguarde as pedradas.

Comentar por Adriana

rapaiz…gosto da Jennifer e até escuto algumas músicas dela…tenho dois cds e de vez em quando paro pra escutar algum, porém essa notícia n me surpreendeu mto, pois acontece q mto da vida dessa galera cresceu num ambiente mto fechado, sabe…
ela virou lésbica, mas n significa q vou chegar e tacar cinco pedras nela, como mtos crentes fazem…orar por ela e pela misericórdia divina eh uma coisa q vou fazer e q todo mundo deveria fazer…

Comentar por Leo (HyoudooM)

além do mais, as pessoas q são dignas de pena (da minha parte) são esses mente fechada, q gostam de moldar as pessoas segundo seus corações (e não segundo os padrões de Deus), eh desse tipo de gente q tenho pena…

Comentar por Leo (HyoudooM)

Excelente reflexão! Realmente, há uma tentativa global de amordaçar os que pensam e se manifestam contra o movimento “gay”. Aqui em Floripa/SC teve uma dessas marchas (leia-se: bagunça) “gays” com o slogan: “Eu aceito! Eu Respeito!” Entendo que chegou a hora de nós cristãos declararmos: “Eu não aceito, embora seja obrigado a respeitar”. Vamos em frente meu caro… mantendo as estacas outrora firmadas!!!

Comentar por Alexandre

Faço minhas as suas palavras!!!!

Comentar por aurilis

Sim, ótima reflexão! Deus fez macho e fêmeas assim fez, não outra maneira… Deus ama o pecador e não o pecado, ele projetou o homem para ser família. O amor de muitos estãos se esfriando e muitos estão dando ouvidos a fábulas humanas…

Comentar por Nell

Sair do armário é assumir a sexualidade é o motivo do por que não aguentando mais o conflito em que vivem, passam a racionalizar, devido a angustiante neurose de sua existência. E não suportando mais, semelhante a uma represa que ai atingir sua total capacidade, acaba arrebentando. Assim com uma represa que ao vencer sua contenção, vai devastando tudo que encontra em seu caminho. Da mesma forma acontece com aqueles que vivenciam uma profunda neurose em sua existência, e ao saírem do armário acabam racionalizando para justificar a fúria contida em seus conflitos, e passam a destruir todos os conceitos e valores construídos através dos tempos sob a justificativa que é coisa ultrapassada e de natureza cultural. E às vezes chegam ao ponto de justificarem seus comportamentos, fazendo comparações com os de animais inferiores. Ora o fundamento da vida é que existe uma evolução de todos os seres viventes, porque então só retroagir neste aspecto. Gostaria e muito que também saíssem do armário para que assumissem os seu verdadeiros sentimentos,para que vivessem plenamente aquilo que são. Que saiam também do armário e assuma a sua hipocrisia, desonestidade, mentira, falsidade, ira, inveja, ganância, egoísmo e ignorância a respeito da verdadeira liberdade. “Alguém “disse:” buscai a verdade e a verdade vos libertara” Buscar sim, uma liberdade que constrói o bom o salutar o útil, não que satisfaça meu eu egoísta, que satisfaça o meu eu diabólico. E exatamente o que acontece com o vulgo ingênuo que arrebenta o armário, que sobre o pretexto de viver intensamente lutam para destruir os princípios verdadeiros. E ao sair do armário, apenas no se refere à sexualidade, em sua profunda neurose, saem devastando tudo que encontram pela frente, tal qual um represa ao rebentar.

Comentar por wilba

Apenas uma observação: Jesus não disse para buscarmos a verdade, mas sim “conhecerei a verdade”. Não é implicância semântica, mas é que, quando Jesus disse isso, Ele referia-Se a Si mesmo. E “conhecer” aqui não pode ser confundido como um mero processo de aprendizado (como pode dar a entender “buscar a verdade”), mas sim de um relacionamento íntimo com Ele, sem amarras e neuroses. Enfim, um relacionamento fora do armário da estruturação psicológica adoecida pelo mal que nos rodeia e permeia. Quanto ao restante de sua colocação, irretocável. Deus abençoe.

Comentar por revdigao

Realmente concordo plenamente com sua colocação, é mesmo muito complicada esta coisa de semântica utilizei o termo buscar em vez de conhecer por não ter citado o nome de Jesus. Só quem conhece as escrituras sagradas e é familiarizado com a palavra sabe de onde partiu tal conhecimento. Sempre utilizo o termo buscar nos sentido de procurar com empenho e intenção de descobrir a verdade, independente de sua execução. Pois entendo que conhecer a verdade para nos humanos e pecadores tem que ser adquirida da fonte verdadeira que é Jesus, mais que ao mesmo tempo esta verdade que constrói nossas experiências de vida deve se dá através da interação da busca do conhecimento com o seu entendimento que é a verdade. Jesus disse: Busquem em primeiro lugar o Reino de Deus e a sua justiça. Porque onde estiver o seu tesouro aí está o seu coração (MT 6.33 e 5.21).Assim entendo que deveriam sair do armário com justiça delineada na verdade construída através dos tempos não só no sentido pessoal e individual,mais através do conhecimentos e revelações que nos ofereceu o Mestre que é Jesus.Que deixem de serem hipócritas! Quando me refiro à independente de sua execução, alguém poderia indagar, de que valeria conhecer a verdade então. Pois se um ser humano conhecer o Filho de Deus ele será liberto? A escritura diz que: … Conhecer a verdade e a verdade vos Libertará João 8:32. Agora a coisa se complica isto porque Satanás conheceu toda a verdade João 34:44,é obvio que sim. Ele conheceu ao Eterno e ao Messias, pois ele (Lúcifer) morou lá no Céu junto com o Messias, o seu criador… Ele também conhece as Escrituras! Conhece as Escrituras? Mat. 4:1-11. E dentro das Escrituras encontra-se a Lei dos Dez Mandamentos. A tentação de satanás ao Messias logo após o Seu batismo. O diabo usando as escrituras procurou desviar O Messias do Plano da Salvação posto em prática pelo Eterno. A mesma adoração que ele almejara alcançar nos céus exigia agora do Messias… Luc. 4:1-13 – Isa. 14:12-15; Apoc. 12:7-10. Entendo que conhecer a verdade não significa de tudo se livre, pois se assim fosse o Diabo não teria se tornado o maior inimigo da verdade. Sempre em meus comentários quando me refiro a este assunto utilizo o termo buscar, como mencionei anteriormente, com a intenção de manter a coisa que são comprovadamente salutar e útil a convivência do ser humano em seu meio. Que não saia destruindo o que construímos através dos tempos, tal qual uma represa que arrebenta e em fúria incontrolada destrói tudo que encontra pela frente. Pessoas que agem desta forma se encontram em condições semelhantes ao da represa que cedo aou mais tarde acabam arrebentando. São personalidades construídas sob alicerceis neuróticos que não podendo com o peso de seus conflitos acabam arrebentando e passam a destruir a família o casamento o ético e a moral e tudo mais que encontram pela frente. E num processo angustiante de racionalização tenta explicar aquilo que é sem ser, e justificam que sair do armário é a melhor forma de viver plenamente. Que saiam sim, do armário para buscar a verdade em primeiro lugar, e o porquê de sua corrida mundo abaixo destruindo tudo que encontra pela frente.

Comentar por wilba




Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s



%d bloggers like this: