Blog do Digão


Púlpito e eleições
04/09/2010, 1:38 pm
Filed under: geral

Há um vídeo circulando na internet onde um renomado colega tece críticas políticas e pede para que não se vote no PT.

Fico muito à vontade para escrever isso porque não sou filiado ao PT, embora, como já havia dito aqui, voto na Dilma. Mas o que me motiva a escrever um tipo de resposta é a manipulação de fatos e o uso da teologia do domínio que o colega usou.

A teologia do domínio afirma que a igreja tomará o poder temporal da terra, poder este dado por Deus através do voto do povo de Deus e até dos incrédulos. Caso não seja pelo voto, que seja à força. Caso não dê certo, e os iníquos continuem no poder, Deus pesará a mão sobre o país. Afinal, os planos de Deus não podem ser frustrados, certo?

E quem disse que os planos de Deus seriam de a igreja tomar o poder temporal? Isso é fruto de Constantino, e não de Jesus! O cristão deve ser cristão em qualquer circunstância! Na China, há apoio ao aborto e perseguição contra a igreja. Como será que a igreja lá se comporta? Será que ela tem tempo de discutir, em ambiente confortável e com estacionamento, no meio da massa cheirosa, posicionamentos ideológicos mesclados com pregação?

Não posso falar do que ele prega, quando prega a Bíblia. Afinal, é uma pessoa honrada na pregação e no caráter cristão. Mas, para mim, cometeu, no vídeo, algo tão ruim quanto pessoas que usam o púlpito para se darem bem. Usou o púlpito para posicionar a igreja politicamente, o que é condenável.

Não seria necessário pedir à sua platéia não votar no PT. Ele é pastor de uma igreja batista no bairro mais elitista (Batel) da capital brasileira mais elitista (Curitiba). Não entendo a razão de não ter se manifestado, no momento certo, contra a iniquidade institucionalizada com o ex-governador Jaime Lerner matando sem-terra, ou com a administração do ex-prefeito Cássio Taniguchi, ou com o ex-ministro Rafael Greca dizendo que a pobreza tinha algo de “chapliniano”. Também não entendo porque esse grupo do qual agora ele faz parte ter apoiado inicialmente a ditadura militar, não denunciando, antes do AI-5, a iniquidade institucionalizada dos militares. Será que a indústria da seca, que fez a fortuna de vários políticos de direita no nordeste, foi denunciada também como iniqüidade institucionalizada por estas pessoas? Será que o trabalho escravo, as condições subumanas de trabalhadores da cana-de-açúcar, o abuso sexual contra crianças e adolescentes feito por religiosos ou a ostentação fútil de nouveau-riches gospel também foi denunciada como iniqüidade?

Como disse e reafirmo, vivemos em um país livre e cada um vota como quer. Também expus minha opinião. A diferença é que aqui não é um espaço eclesiástico. Blog não é púlpito de igreja, onde a Palavra, e só ela, deve ser pregada, e não manipulação política rasteira. Nunca, em toda minha vida, usei o púlpito para falar ao público para se votar em determinado candidato ou não se votar em outro. Não foi por falta de oportunidade, é questão de princípios, de se separar Igreja e Estado.

O mais interessante é queAndré Zacharow, diácono da referida igreja, é candidato a deputado estadual, pelo PMDB. Partido coligado nacionalmente ao PT (o vice da Dilma é Michel Temer). Será que ele também não deve ser eleito, já que seria, também, responsável pela iniqüidade institucionalizada? Portanto, em nome da coerência, não permita que seu diácono se filie ao PMDB! Nem ao DEM, partido campeão de cassassões, oriundo diretamente da ARENA! Nem ao PTB do Roberto Jefferson!

Só uma coisinha: será que os primeiros apóstolos, que viviam em um período pagão, com o homossexualismo como parte da cultura, violência desmedida contra o ser humano, perseguições políticas e religiosas, diriam para irem contra o Estado? Acho que disseram algo diferente: Antes de tudo, pois, exorto que se use a prática de súplicas, orações, intercessões, ações de graças, em favor de todos os homens, em favor dos reis e de todos os que se acham investidos de autoridade, para que vivamos vida tranqüila e mansa, com toda piedade e respeito. Isto é bom e aceitável diante de Deus, nosso Salvador, o qual deseja que todos os homens sejam salvos e cheguem ao pleno conhecimento da verdade. (1Tm 2.1-4). Mas eles também disseram, para nossa proteção: Cuidado que ninguém vos venha a enredar com sua filosofia e vãs sutilezas, conforme a tradição dos homens, conforme os rudimentos do mundo e não segundo Cristo (Cl 2.8).

Anúncios

36 comentários so far
Deixe um comentário

Salve, salve, Digão.

Costumava ficar profundamente triste quando um homem, que tinha como referência cristã, cometer uma pataquada destas.

Mas não adianta. Eles sabem de tudo isso aí que você trouxe baila: ditadura, manipulação do poder em prol de interesses pessoais.

Na Igreja do Evangelho Quadrangular, em toda a eleição, existe a tradicional convocação dos irmãos para uma reunião na qual não sabemos o teor até estarmos lá. Lógico: Serra, PSDB… essa moçada suja que vem garimpando SP a tanto tempo.

FHC vende A Vale, e o maior acionista é seu filho.

Covas vendeu as rodovias litorâneas, e a empresa vencedora do leilão pertence a seu neto (que se candidata).

Creio que a Petrobrás resiste mais 4 anos, até eles reassumirem e decidir que será melhor vende-la.

Tudo, em nome de Jesus. Claro…

Comentar por Zé Luís

É complicado ser cristão, bíblico e, ao mesmo tempo fazer postagem declarando voto no PT e condenando posição contrária. Coerência é votar no PT, então? O amado também defende o Ahmadinejah e Fidel? O aborto e a criminalização da “homofobia”?
Ser pastor em bairro chique é pecaminoso? Você fez opção pelos pobres? como assim? quem paga a sua internet? Se for levar tudo a ferro e fogo, a liberdade de expressão só vale se for a favor do que penso? êpa!!! assim fica difícil sonhar com a Unidade de João 17. Ou você prefere o PNDH-3? Entre a guerrilheira e os outros não há diferença nenhuma? Graça e paz, amado.

Comentar por elias

Bom, vamos lá.
Primeiro, leia atentamente o que escrevi. Ahmadinejah e Fidel não vão levar meu voto. Não são eles que concorrem. Coerência é ser fiel ao que pensa.
Segundo, não sei se ser pastor em bairro chique é pecaminoso. Só sei que provavelmente Jesus não andaria em bairro chique e nem faria ali Seu ministério. Sou pastor em uma cidade do interior de Rondônia, o que deve responder sua pergunta sobre opção pelos pobres. Quanto à minha internet, sou eu quem paga, muito obrigado. Não é lá essas coisas (é via rádio), mas é o que dá para pagar.
Terceiro, nunca disse que era errado manifestar sua opinião política. Há gente que sente saudades do Médici e do Geisel. OK, são livres para isso. O que acho errado é usar o púlpito para isso. Ele tem sua opinião política como cidadão, assim como eu também tenho. Mas nunca usei, e nem nunca usarei, púlpito para fazer propaganda política, contra ou a favor.
Quarta coisa, entre o branco e o preto há uma infinidade de tons de cinza. Busque se informar melhor, não só através de Veja, Folha de S.Paulo, Globo.
Graça e paz para você também. E espero que não seja ironia, pois estou sendo sincero.

Comentar por revdigao

Cara.. deixa de ser ignorante… OLHA O QUE ELE TA FALANDO.. LE DIREITO… O cara criticou sem base nenhuma o Pastor Paschoal nao falou nada com fundamentos.. le a coluna deste PASTOR, o post no blog e depois voc}e faz seus comentários… antes disso cala a boca…

Comentar por Daniel B

Terrível essa polarização que estão fazendo:

PSDB = O Bem X PT = O mal
(Só que não conhece o PSDB é que cai nessa)

Pensamento simplista que os manipuladores utilizam para fazer a cabeça dos incautos e arrancar o voto deles.
Política não é simples assim. Porque é jogo de conveniência onde não há inocentes no incessante jogo de interesses.
E a Igreja não pode fazer parte desse jogo.

Ielton Isorro
http://clamandonodeserto.blogspot.com/

Comentar por Ielton Isorro

Interessante amigo meu que você falou que o colega manipulou os fatos, mas depois você começa a escrever manipulando os fatos do que o nosso colega falou.

Ele não fala nunca de tomar o poder temporal, mas votar candidatos que defendem certos valores cristãos.

Ele não afirma em nenhum momento que a Igreja tem que tomar o poder temporal, isso afirma você não seu artigo. Talvez, seja o seu próprio medo.

Por certo, a questão da Igreja e o poder Temporal não vem com Constantino, isso tem sido história popular evangélica. A questão é muito mais complexa e isto começou realmente na Espanha com a conversão de um Rei ariano a fé Cristã.

O fato que você não comenta não seu artigo. Esperou que não seja que você esconde ele. O fato é simplesmente que o próprio PT tem tomado partido a favor de uma agenda que defesa valores contrários aqueles que tem sido ensinado pelas Igrejas (todas) conforme as Escrituras por 2000 anos. Não é pouca cosia isso.

Certamente, existem outras questões que devem ser denunciadas e ele não denuncia não seu video, como é a violência, a corrupção, a idolatria no futebol, a pobreza e o jeitinho brasileiro entre outros muitos. MAs o feito é que ainda sem denunciar estos fetos. Os fetos que ele denuncia são certos.

Um pastor pode dar sua opinião, mas cada pessoa decide a quem vota. O problema é que se nos pedimos este direito de votar livremente, porque o PT não da este direito de consciência aos seus deputados e senadores. Existem diversos casos de militantes e representantes do PT que tem sido expulsos por estar em contra de esta lei. Porque quando os outros partidos dão liberdade de consciência o PT não?

A igreja primitiva falou claramente contra a homossexualidade, e pediu o que qualquer cristão pede a uma pessoa que não é cristã: arrependimento de vida e fé em Cristo.

Eu seguire orando pelo Presidente Lula e pelo próximo presidente, e como fala o Livro de Oração Comum: “Deus Bondoso, oramos pelo Presidente da República e por seu governo, pelo Congresso, pelos Governadores e todas as pessoas constituídas em autoridade neste país. Dirige e prospera seus planos para o avanço da tua glória, o bem da Tua Igreja, e à segurança, honra e bem-estar das pessoas desta nação; para que a paz e a felicidade, a verdade e a justiça, a fé e a piedade, podam ser estabelecidas entre nós por todas as gerações; por Jesus Cristo, Nosso Senhor. Amém. ”

A lei que tem apresentada e apoiada pelo PT, é uma lei que como cristão e líder cristão não posso apoiar e preciso dar a conhecer os fatos. A sangue dos inocentes não estarão nas mias mãos.
.
.
.

Comentar por Josep Rossello

Josep, leia direito o que escrevi. A tomada do poder temporal é obra da Teologia do Domínio. Onde eu disse que o Piragine afirmou isso ipsis literis? Quanto à agenda do PT, entendo que o Estado é separado da igreja. Não espero uma agenda cristã do Estado. Isso é tarefa da Igreja, não uma tarefa estatal.
O pastor deve dar, sim, sua opinião, como dei a minha aqui. mas reafirmo o que disse a você: usar o púlpito para reafirmar um posicionamento político, seja qual for, é iniquidade institucionalizada. Gera confusão na cabeça do povo, afinal, para muita gente a palavra do pastor tem peso de lei. Quanto à liberdade de expressão, o PT, imagino, e todos os outros partidos, preconizam isso – nem é algo partidário, é uma garantia constitucional. Mas você já ouviu falar em conteúdo programático partidário? Será que se um partidário do DEM votar a favor da Bolsa Família, ou do pré-sal, ou qualquer outro projeto governamental, ele terá sua liberdade de pensamento preservada, ou será sumariamente expulso? Por favor, veja a realidade!

Comentar por revdigao

Caro amigo, eu lei o que você escreveu, “A teologia do domínio afirma que a igreja tomará o poder temporal da terra, poder este dado por Deus através do voto do povo de Deus e até dos incrédulos. Caso não seja pelo voto, que seja à força. Caso não dê certo, e os iníquos continuem no poder, Deus pesará a mão sobre o país. Afinal, os planos de Deus não podem ser frustrados, certo?”

Este texto da entender que o colega defesa uma doutrina do dominio. Por certo, a doutrina do dominio tem muitas formas e preposições, mas tudo bem.

A Bols ada Familia já existia com outro nome anteriormente. O nosso presidente mudou o nome e faz algumas mudanças. Certamente, não estou falando que o Presidente Lula e o PT tem feito todo errado, tem feitas coisas tão boas como subir o salário mínimo entre outras coisas.

Eu não espero muito do estado, mas espero que os cristãos vote candidatos que defesa uma cosmovisão cristã e valores cristãos.

Eu milite em partidos de esquerdas por muito tempo, inclusive foi candidato por eles… rsrsrssss

Eu não se, se outros partidos fazem o mesmo, ou não, mas o único que tem feito isto até agora (expulsar deputados federais e vereadores), tem sido o PT.

Bem, pastor ou bispo tem pouco a fazer diante de toda a publicidade na TV ou a maquinaria do estado. Ao final, a esquerda sabem muito bem como usar o estado ao seu favor. Falou por experiência.

Discordo com sua visão sobre o púlpito. O púlpito é para ensinar os princípios bíblicos como a vida, a família, etc.

Em tempo de eleições, é importante mostrar a verdade sobre políticas partidistas totalmente contrária a valores cristãos. Isto é o que faz o pastor, ele não pediu voto pra neguem… mas mostrou o que significa votar o PT.

Quem vote o PT, estará ajudando a matar crianças não nascida, aprova leis onde os homossexuais possam casal e adotar filhos, etc. Este é um feito claro na lei apresentada e nos comentários feitos por muitas pessoas do PT. Estos amado irmão são fatos… e precisou mostrar estes fatos para as pessoas. Depois, cada um decide quem vota livremente.

Ao final, mia amizade não depende do color político, mas de ser um homem e uma mulher.

Comentar por Josep Rossello

Prezado, gostaria, se possível, apenas comentar algo que você escreveu a respeito do princípio que você observa de separar a igreja e o estado. Vejo esse princípio muito claro na declaração de Jesus: “Dai a César o que é de César, e a Deus o que é de Deus”. Isso é muito bacana sim mas, após entender que a Igreja não é um partido político, entendo ser também necessário nos perguntar o que fazer quando César, além de querer o que é de César, também quiser o que é de Deus. Já lí que alguns pastores usaram, na Alemanha nazista, o texto de Romanos 13 para não denunciarem o mal. Sinceramente, acho mais seguro o risco que um pastor corre de denunciar a impiedade e querer entrar demais no campo da política do que a falsa segurança de se calar e ver o estado entrando e ditando a igreja.
Forte abraço,
Renato.

Comentar por Renato

Muito interessante o comentário indagativo do Renato. Me faz pensar, e se me permitem, esclarecendo a conclusão que cheguei, digo:
1) Se Cesar quizer o que é de Deus, seria um erro o povo de Deus reagir, passando a querer o que é de Cesar – no caso o poder político temporal;
2) – No versículo citado você tem toda razão, Cristo fez nítida distinção entre religião e política, deixando claro que não possuia qualquer papel de ativista e nem almejava o título de estadista judaico;
3) -A religião sempre foi usada como instrumento de imposição sobre a vontade popular, para grupos políticos alcançarem ou se perpetuarem no poder de modo déspota.E a política, sempre foi um instrumento da religião se estabelecer de forma hemegonica, aniquilando o estado laico, o conhecimento científico, filosófoco, artístico e as demais regiliões.
Abraços.

Comentar por menandro

Curiosidade:

Por que o E-e-e-e-mael nunca ganha uma eleição? Ele continua lá, se candidatando, eleição após eleição, com seus valores cristãos sempre muito bem expostos.

Por que NENHUM pregador apóia esse experiente candidato nitidamente bíblico?

NÃO apoiemos o PT, porque os valores cristãos não são aplicados ali. Deixemos que o 2º lugar assuma, no caso, o Sr. José Serra, que tão bem vem dirigindo São Paulo, e fará com o Brasil, com sua equipe do PSDB, se reestabelecendo no poder, botando suas peças novamente para benefício de suas empresas.

O PT chegou onde chegou por conta do que se oferecia como outras opções.

Se é ruim? Talvez… mas ainda consegue ser melhor que muita gente, como o Serra, com valores cristãos que só surgem nessa época eleitoral.

Faça-me o favor…

Comentar por Zé Luís

Amados,

a questão, aqui não é o melhor ou pior, o Governo Lula, foi um governo neo-liberal, e apenas deu continuidade a política econômica do PSDB, ou seja, quem ganhar a eleição, vai continuar com a mesma visão econômica do seus antecessores, digo Dilma/Serra/Marina.

O que se debate aqui, é o papel do Cristão nestas eleições.

O voto na democracia é uma procuração, você diz para o político e para o partido, vá lá e me represente. – o que você defende eu defendo, o que você acredita eu acredito – tanto que os partidos têm cartas, programas e propostas.

O Seu é candidato é você no Congresso, no Planalto, na ONU, se ele mata, gera fome, Deus vai cobrar dele e das pessoas que colocaram ele lá.

Neste Ponto a Bíblia é clara e objetiva, quando diz que quem faz o bem é de DEus, quem faz o mal nunca foi de Deus, e arremata que existe pecado por omissão,

O PT apoia o aborto, casamento homosexual, o assassinato das crianças indigenas, na Política externa o PT apoia Fidel, Ahmadinejah.

O PT fechou questão sobre estes temas, ou seja, não vai mais debater esses assuntos internamente. Esta dizendo para seus eleitores que é o que o partido defende e pronto.

Quem Vota no PT é defensor destes ideais.
É simples, direto, ou você apoia as escrituras sagradas ou defende a Carta programa do PT.

Comentar por Cristiano

Particularmente eu considero ”igrejas” como a PIB de Curitiba capitalistas demais pro meu gosto, um modelo prostituído daquilo que entendo por Igreja segundo o Evangelho de Cristo. Ver líderes de ”igrejas” que estabelecem departamento de RH nos templos e tratam membros como clientes clamando por justiça, temendo ser julgado por Deus pela iniqüidade do mundo cai meio falso pra mim.

Cansei de líderes manipuladores de massa usando o púlpito pra fazer do povo fantoche de suas vontades. Usando uma questão tão séria como a política que deveria ser discutida de forma digna respeitando o ser humano como ser pensante capaz de discutir sobre diferentes assuntos, para amedrontar as pessoas com punição divina tentando leva-las a fazer aquilo que lhe é cômodo. Já que não há nenhum interesse para esse tipo de ‘’igreja’’ em posicionar-se na sociedade de forma significativa. Gostaria muito de ver como ficaria a PIB de Curitiba diante de leis que dão direitos aos homossexuais, veríamos uma ‘’igreja’’ de quatro diante da pressão da sociedade ou veríamos uma ‘’igreja’’ firme diante das verdades do Evangelho?

O que vejo são líderes medrosos que temem ter seus castelos de areia que chamam de ‘’casa de Deus’’ destruídos, temem ter que dizer não as pressões de uma sociedade profana pq não querem perder o status que tem sustentado pelo velho capitalismo que foi adaptado ao cristianismo. Pq a surpresa? Quem não sabe que a sociedade é depravada, como bem já nos adiantou Paulo em IITm.3. Vejo muito mais medo de perder o poder do que preocupação com almas. É de ter as estruturas de seus castelos abaladas que esse povo tem medo, não de ser julgado por Deus segundo a iniqüidade da nossa terra, até mesmo pq bem sabemos que um dos sinais dos últimos dias seria coisas como estas que temos visto e ouvido.

Devemos sim pensar e muito em quem votar, mas não deixar que líderes religiosos manipuladores pensem por nós.

Parabéns pelo texto Digão.

Comentar por Cris Corrêa

Digão, ótimo texto! Parabéns! Concordo plenamente com o que você escreveu. Estou cansado de reducionismos oriundos de uma visão tacanha, fundamentalista e, por isso mesmo, incapaz da tolerância… Talvez isso seja pedir muito, reconheço… Mas um pouco de reflexão, ponderação… e, quiçá, um pouquinho de olhar para história da humanidade, acho que faria muito bem para evitar os tais reduocinismos eufóricos, apaixonados (fanáticos) que andam rolando aí pela net, como se Deus estive em perigo.. e um pastorzinho (qualquer que seja o tamanho da “sua igreja”) precise, então, defendê-lo! Deus que me livre qe um deus tão pequeno, que carece até de advogado (Nada contra os advogados, quero deixar bem claro, ..rs..eu, inclusive, sou acadêmico de Direito).
Abraços!
Ézio Lima

Comentar por Ézio

SOU CRISTÃO, MASSA DE MANOBRA NÃO!
Se você assim como eu não aceita esse tipo de manipulação como a feita pelo Pr Paschoal Piragine exerça a CIDADANIA e envie mensagens de protesto à PIB de Curitiba (www.pibcuritiba.org.br) e à Convenção Batista Brasileira (www.batistas.com). Não podemos aceitar esse tipo de manifestação anti democrática na Igreja.

Comentar por Dyeny

Irmão se levantando contra irmão por causa de divergência política e de opinião?!
Realmente as profecias estão se cumprindo!
Jesus está voltando e o juízo já começa pela casa de Deus!

Amados, particularmente, acho que o Pr. Piragine errou ao usar o púlpito para política e ao expressar uma visão maniqueísta do PT, mas penso que talvez ele tenha tido a intenção de orientar o rebanho naquilo em que ele considera importante, que é a questão do cristão exercer sua cidadania com responsabilidade, levando em conta os valores do Reino. Para mim, ele foi infeliz apenas na forma como fez, mas a intenção do coração só Deus pode julgar.
Não conheço ele, nem sua igreja, assim como não conheço pessoalmente o Rev. Digão, desse blog, a não ser pelo que ele compartilha aqui nesse espaço, portanto, não posso julgá-los por suas posições partidárias com vista ao status de vida que ambos possuem.

Acho que a questão pode ser enriquecida com alguns conselhos de Tiago:

“Meus irmãos, muitos de vós não sejam mestres, sabendo que receberemos mais duro juízo.
Porque todos tropeçamos em muitas coisas. Se alguém não tropeça em palavra, o tal é perfeito, e poderoso para também refrear todo o corpo.
Ora, nós pomos freio nas bocas dos cavalos, para que nos obedeçam; e conseguimos dirigir todo o seu corpo.
Vede também as naus que, sendo tão grandes, e levadas de impetuosos ventos, se viram com um bem pequeno leme para onde quer a vontade daquele que as governa.
Assim também a língua é um pequeno membro, e gloria-se de grandes coisas. Vede quão grande bosque um pequeno fogo incendeia.
A língua também é um fogo; como mundo de iniqüidade, a língua está posta entre os nossos membros, e contamina todo o corpo, e inflama o curso da natureza, e é inflamada pelo inferno.
Porque toda a natureza, tanto de bestas feras como de aves, tanto de répteis como de animais do mar, se amansa e foi domada pela natureza humana;
Mas nenhum homem pode domar a língua. É um mal que não se pode refrear; está cheia de peçonha mortal.
Com ela bendizemos a Deus e Pai, e com ela amaldiçoamos os homens, feitos à semelhança de Deus.
De uma mesma boca procede bênção e maldição. Meus irmãos, não convém que isto se faça assim.”
Tiago 3:1-10

“Irmãos, não faleis mal uns dos outros. Quem fala mal de um irmão, e julga a seu irmão, fala mal da lei, e julga a lei; e, se tu julgas a lei, já não és observador da lei, mas juiz.
Há só um legislador que pode salvar e destruir. Tu, porém, quem és, que julgas a outrem?”
Tiago 4:11,12

“Irmãos, não vos queixeis uns contra os outros, para que não sejais condenados. Eis que o juiz está à porta.”
Tiago 5:9

Um fraterno abraço, e que Deus abençoe a todos.

Emerson.

Comentar por Emerson

ah!

Comentar por Vanda Roussef

Olá Rev. Digão.
Acho que seria interessante uma olhada nesse video que segue.

O cristão e a política:

Acho que o cristão deve participar com ética na política como em todoas as áreas da vida e os pastores devem orientar o voto consciente e ético às suas ovelhas, mas jamais impor sua posição particular ou coagir o cristão a votar nesse ou deixar de votar naquele outro. Mas, dizer aos fiéis que pesquisem os candidatos e seus programas de governo e votem com responsabilidade.
Um abraço.
Emerson.

Comentar por Emerson

Zé povinho elitista vem aqui só pra defender um Pastor fanfarrão. Desculpa.. mas o PASTOR aqui não ta defendendo candidato A ou B. Ele ta se manifestando contra a melecada que o Pastor Paschoal falou. O Pastor Paschoal falou coisas sem fundamentos, ELE TEM COMPAIXÃO APENAS COM ELE MESMO… oq ele fez é terrorismo psicologico… Claro.. o zé povinho elitista nao vai ver isso pq pensa só no PARTIDO no candidato… AQUI NAO É CANDIDATO.. SE EU VOTO NO LULA NA DILMA NO SERRA NO FHC.. NAO IMPORTA.. ELE USOU O PUPITO.. O PUPITO PRA PREGAR TERROR PSICOLOGICO.. e é o proprio TERROR PSICOLOGICO QUE AFASTA CENTENAS E CENTENAS DE PESSOAS DA IGREJA… Deus nao é um Deus de TERROR… nao é um DEUS DO MEDO… ele é Deus de amor.

se mais devotos sei la de quem

Comentar por Daniel B

Olá. Gostaria de enviar uma notícia sobre as leis que transformaram a umbanda, o candomblé, os dias de iemanjá, nanã, iansã e oxum em patrimônio imaterial do Estado do Rio de Janeiro. Estas leis, em vigor, interferem diretamente na liberdade religiosa dos evangélicos.

http://guilhermecostaimw.blogspot.com/2010/09/albertassi-quer-revogar-leis-da-umbanda.html

Comentar por Guilherme

Olá.
Gostaria de esclarecer que meu posicionamento não foi no intuíto de defender o Pr Piragine e nem atacar os que se escandalizaram com o ato dele, mas tentar contribuir para uma discussão menos raivosa. De nada nos adiantará acusarmos a atitude dele e nos assemelharmos ao mesmo praticando o olho por olho e dente por dente. Se pregamos que nosso Deus é Amor por que vamos pregar o ódio aos ricos? É assim que queremos justiça? Ou queremos vingança?
Aliás, o artigo do Rev. Digão foi muito correto e acredito que a intenção dos que comentaram foi a busca da mesma correção.
Peço desculpas se minhas palavras anteriores parecem justificar o Pr. Piragine ou censurarem a opinião dos que dele divergem. Peço perdão a todos que se sentiram ofendidos. Mas, reitero que minhas palavras podem ter sido mal interpretadas se pareceram justificar o discurso de um pastor elitista. A recomendação de Tiago é pra ele também, afinal é pra todos nós. É pra mim também.

Por fim indico o seguinte pronunciamento dos batistas:

http://blogdoedvar.blogspot.com/2010/09/pronunciamento-da-alianca-de-batistas.html

Espero a compreenssão dos amados.

Na Paz do Senhor Jesus,
Emerson.

Comentar por Emerson

Aliás, reconheço que posso ter usado palavras erradas, ou colocado mal meu pensamento e induzido os demais ao erro de entendimento.
Talvez, eu tenha me excedido em algum ponto ou expressado mal alguns pensamentos.
Por fim, não sei se serve para esclarecimento, mas sou de condição econômica humilde, professor eventual, e minha cidade está atualmente sendo gerida por um prefeito coligado ao PT e tem feito muito boa administração. Além disso, meu irmão faz parte da administração local e é um cristão fiel. Portanto, podem ver que também não vejo nenhum sentido nas palavras do Pr. Piragine em “satanizar” o PT.

Que nesse momento de exercermos nossa cidadania possamos, como cristãos, dar o exemplo de discussão de idéias de modo democrático e não impositivo.

Espero que tudo tenha ficado claro.

Finalmente, não mais comentarei para não nos degladiarmos mais por coisas dessa vida passageira e que podem nos levar a ferir uns aos outros.
Quem entendeu entendeu, quem não entendeu fazer o que?
Com o tempo Deus coloca tudo no seu devido lugar. ELE é o Senhor da História.

Fraternalmente,
Emerson.

Comentar por Emerson

Rev. Digão, acho que vale a pena uma lida no artigo a seguir:

http://blogdoedvar.blogspot.com/2010/09/influencia-crista-na-politica-e-o.html

Deus o abençoe,
Emerson.

Comentar por Emerson

Já havia lido o blog do Edvar. Gostei bastante, com uma postura bem equilibrada.

Comentar por revdigao

Gente, o debate é saudável, mas tem que ser feito com “catigoria”.
Tem muito exagero sendo colocado, tanto do lado que acusa o sr. Piragine, como do lado que o defende.
Não dá pra dizer de toda a vida dele o que ele fez ou não fez, quando se calou e quando falou, o que ele realmente defende ou não, como ele trabalha ou deixa de trabalhar com um videozinho de apenas 11 minutos. Talvez nem ele mesmo tivesse dimensão de que tudo ficaria assim com esses 11 minutinhos.
Tb não dá pra defendê-lo imparcialmente, sem debate e levantamento de idéias com relação ao que ele fala, em apenas 11 minutos de palavras.
Dá sim, pra pegar o princípio da iniquidade e nos enchermos do peso da responsabilidade e buscarmos com mais análise exercer nosso dever de voto, que é livre!
Agora, exageros como falar de todo o passado dele, que ele nunca defendeu isso ou aquilo, acusou esse ou aquele, sempre esteve calado, só se vc tiver caminhado com ele desde o fato comentado, como o tal AI-5.
E, Digão, com todo respeito, pra quem é formado pela FTSA, não consigo entender seu dualismo em relação ao suporte de bíblia que fica no patamar mais alto do templo na instituição que você é pastor, mais conhecido como “púlpito”. Se você não defende ali uma posição política, mas logo depois vem ao “púlpito” chamado blog e defende, é a mesma coisa. Seus principais leitores, aliás, devem ser suas ovelhas. Você é formador de opinião sim, independente de estar atrás do suporte de bíblia que fica no patamar mais alto do templo na instituição que você é pastor, ou estar atrás de uma tela de computador: os dois são púlpitos.
E aí, meu querido, você tá bebendo do seu próprio veneno, se condenando naquilo que você aprova.
E não estou indo de encontro ao seu posicionamento, já que somos livres em nosso país pra votar em quem quisermos.
Seria ótimo se tivéssemos mantido, TODOS, um nível de debate de idéias pra chegarmos num denominador comum, talvez. E isso deveria ter começado naqueles que divulgaram massivamente o vídeo, não o colocando como a nova regra de fé e prática dos cristãos, como foi tentado, mas simplesmente como uma opinião a mais a se levar em conta e ser debatida. Assim como aqueles que foram contra deveriam debater as IDÉIAS do vídeo, não o pastor que trouxe as idéias.
Com certeza seríamos mais amistosos e traríamos maior influência no sentido de se fazer as pessoas ao nosso redor pensar melhor em seu direito de voto.
Agora, o caminho já se tornou outro…, infelizmente…, da próxima vez, que tomemos iniciativas de debate saudável, entre os que defendem tal opinião e os que não gostam dela…, é meu desejo!
Abraço!

Comentar por Kadu

Kadu, você é livre para expressar sua opinião. Mas discordo dela. Blog não é púlpito, assim como internet não é igreja. Não há aqui nenhuma indicação de que este blog seja “oficial”, pertencente a uma igreja. É um espaço pessoal. E quando digo “púlpito”, não estou fazendo idolatria de mobiliário, mas sim me localizando na posição em que Deus me colocou, que é a de pastor. A partir do momento em que me ponho à frente de pessoas para lhes pregar a Palavra, não posso misturar alhos e bugalhos. Não posso me posicionar eleitoralmente no púlpito – o que é bem diferente de um posicionamento político. O que estou vendo aqui é a confusão entre posição política e posição eleitoral, que nem sempre são a mesma coisa. Portanto, vote de acordo com sua consciência, eu votarei de acordo com a minha.

Comentar por revdigao

É meu querido, brigado pela liberdade!!
Não me lembro de ter falado sobre idolatria de mobiliário…, aliás, acabei de ler o que escrevi e não tava escrito isso lá. Mas, como vi os ataques sobre o Piragine atingirem argumentos que ele também não falou, minha tórrida mente começa a divagar…
Se Deus apenas nos coloca em posições funcionais, quando a igreja no Brasil for perseguida e a polícia fechar todas as igrejas, o que vamos fazer?
Deus te deu uma vocação meu querido…, e ela é inerente à sua posição funcional. Ou você só é pastor lá dentro do templo em cima do púlpito? Não, creio que não é.
De qualquer maneira, sua posição funcional de hoje não te dá tanto espaço “pessoal” no blog, no sentido de fazer do blog algo que não seja influência direta sobre suas ovelhas (como o antigo diário que escrevíamos só pra nós mesmos ler)…
E isso, porque to tirando o dualismo da conversa, porque essa visão de pastor é dualista sim: no púlpito o que falo é influência, fora dele é pessoal.
E tem outra coisa, não estou nem dizendo que acho que o que você fez foi errado, usando desse espaço pra colocar sua posição política e eleitoral, que no seu post sobre o porque de votar na Dilma se fundem.
Você é livre sim pra votar em quem quiser. É livre pra deixar votarem em quem quiserem. É livre pra falar da sua posição e influenciar pessoas. E não faz diferença alguma, a não ser (novamente) pensando com mente dualista, falar ou agir no púlpito e falar ou agir fora dele. Sua vocação vai contigo seja lá onde você estiver…, você deve ter estudado isso na FTSA não?
Igreja, como vc tb deve ter estudado, não pode ser pensada apenas como a instituição, mas como ajuntamento de pessoas buscando uma direção em comum, ainda que sejam apenas 2 ou 3. Pelo número de visitas do blog e por sua participação na Ultimato, por exemplo, isso aqui é ajuntamento, ainda que eu não te veja fisicamente.
Portanto, se pensarmos que somos igreja somente dentro do templo, realmente, você terá razão: dentro da igreja somos e falamos uma coisa, da qual gostaríamos de ser exemplo, mas fora dela me deixa pensar o que quiser, e que ninguém me siga…
Mais uma vez, influenciar pessoas quando se pensa deter a verdade, e se tenha argumentos e fatos convincentes, não tá errado…, o intuito não é de destruir ninguém, mas fazer o bem. Tanto você, com sua posição, quanto o Piragine, tem uma posição com argumentos convincentes, que crêem ser a verdade, e querem o bem das pessoas, por isso buscam influenciá-las pra discernir aquilo que defendem, ponto final!
Erramos todos? Sim, várias vezes, mas não podemos logo atribuir isso a um desejo de arrebentar com os outros, porque tal pessoa é rica e não enxerga os pobres, etc…
Ficarmos falando mal um do outro, imaginando que tal e tal pessoa estão, deliberadamente, fazendo isso ou aquilo de mal, de ruim para os outros, é julgamento. E porque julgamos, nós que fazemos o mesmo??
Agora, debater idéias, mantendo o nível, a “catiguria”, e ainda sair com uma boa amizade, até fortalecida, aí sim, é o que tentei defender no meu comentário, e é o que seria o melhor, já que somos todos cristãos.
E sim, votarei de acordo com minha consciência, talvez, confesso, pela primeira vez na vida, porque busquei, analisei, pensei, ouvi, orei, e creio que a pessoa que vai ganhar meu voto pode falar em meu nome, pode me representar naquela função, apenas naquela função. Mesmo porque, política entendo que fazemos todos os dias, quando, por exemplo, não jogamos o papel da nossa bala no chão, e pra isso não preciso eleger ninguém…, é só assumir minha responsabilidade.
No mais, não estressa…, somos mais fortes no que nos une do que naquilo que nos separa brother!
Abraço!

Comentar por Kadu

caro Digao, amigo de longa data..
Seu texto ta bem amarradinho e bacana..Mas tambem quero lhe informar que na biblia nao tem conceito de pulpito. Um Lider gera influencia postando , ou falando de onde quiser…Olhando por um lado, aqui pode ser sim um canal de formaçao de suas ovelhas,,pq nao? Eu posso ate ver incoerencias nas falas do Pastor Batista, que aliás nem conheço, e ate acho que ele poderia nao usar aquele espaço ( culto) para se manisfetar, mas acho importante a massa saber o que os lidres de diferentes denominacoes pensam…EU TO ACHANDO UM LIXO os candidatos esse ano, de certo votarei no Joao leite aqui em Minas, cristao e comprometido ate onde sei, e no miguel martini para senador, um catolico na luta por politicas publicas limpas e serias, no mais me sinto num pavil de pouvora das piores, nunca vi um ano eleitoral tao ruim e mediocre…So nos resta orar mesmo e muito….Ser como Jesus num tempo de apostasia e narcisismo politico….abraços nego veio…

Comentar por eduardo vaz

Se vc vota no PT é óbvio que Ahmadinejad (o terrorista atômico, negador do holocausto, torturador de mulheres) agradece penhoradamente o voto no seu defensor. Também ficarão muito felizes com o seu voto o sr Hugo Chaves, Evo (i)Morales (o homem coca), os irmãos Castro – assinos que dominam Cuba, a sra Erenice e seus filhos, Lulinha filho (o Ronaldinho do Lula) também recebe assim o seu voto, assim como ZéDirceu, Delúbio, Valério, e obviamente aquela que assassinou em nome de uma causa (instalar uma ditadura marxista no Brasil, em substituição à ditadura militar).
Certamente vc tem um bom celular, e um bom sistema banda-larga em casa, e vive num pais com inflação controlada. O PT entrou na justiça para sabotar tudo isto qdo era oposição. Hoje rouba totalmente o crédito de quem realmente organizou este pais.
Lula trocou nossa divida barata com o FMI (15 Bilhões?) por outra (interna) caríssima de 1,2 trilhão. E vai piorar. Veja como se faz contratações neste governo. Pergunte ao filho do Franklim Martins, ou o filho de Lula, ou o filho de Erenice, ou ….

Comentar por Ashbel Simonton

Sua agressividade gratuita me assusta. Pensava que você fosse capaz de pensar fora da caixa, sem precisar repetir a cantilena tendenciosa de nossa mídia. Infelizmente, me enganei.

Comentar por revdigao

Pronto! Só falta agora saírem falando que a Dilma é o anti -Cristo… Pelo amor de Deus!! CONCORDO que o púlpito NÃO pode ser usado em atitudes que acabam tolindo a democracia. Aqui na minha cidade tá um saco ir na igreja. Pr tem é que orar por suas ovelhas e não MANOBRAR sua vontade.

Comentar por Fabiana

Fantástico!
Muito bom ver o povo brasileiro discutindo política, coisa que a maioria tinha horrores só de ouvir falar o nome.

Comentar por Moitinho

Meus parabéns rev. Digão. Sou cristão (pentecostal) e te digo, com plena convicção, que eu sei em quem tenho crido (Cristo) e este fato não me impediu, ontem, de votar em Dilma e votar novamente nela no segundo turno. Não me tornei menos Cristão e mais satânico por isso. Tudo que você disse neste post e no outro, sobre esse assunto, há muito venho querendo dizer a algumas pessoas, mas me faltava a clareza de idéias que você teve ao postar essas idéias. Por fim, o que me deixa mais irritado é o farisaísmo exalado por esses “líderes” evangélicos. Nunca vi tanta hipocrisia em seus discursos: coam um mosquito e engolem um camelo.

Fiquem na paz de Cristo

Comentar por Luiz Carlos

SOU CRISTÃO, MASSA DE MANOBRA NÃO!
Assinem e divulguem o Manifesto Evangélico por um Processo Eleitoral Ético em http://www.peticaopublica.com.br/?pi=P2010N3315

Comentar por Dyeny

Pr. Digão,
Na matéria sobre Sequidão eu me associei a você e disse que gostaria de tê-la escrito, mas nessa matéria Púlpito e eleições, eu me posiciono totalmente contrario a você porque não consigo entender ser cristão, bíblico e, ao mesmo tempo fazer postagem declarando voto no PT e condenando posição contrária. Perdoe-me, mas essa atitude não é coerente.
Acrescento que o PT perdeu a sua ideologia do passado, antes de ser governo, e agora quer ganhar essa eleição na base da truculência, esquecendo que um dos princípios da democracia é a alternância do poder.
Abraço, Pr. Isaias Rufino-SP

Comentar por Isaias Rufino

A teologia do domínio é uma interpretação pós-milenista? Teonomia e Reconstrutivismo, qual a posição do Rev.? Em Cristo. João.

Comentar por joao carlos dos santos




Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s



%d bloggers like this: